Produto adicionado com sucessoEstoque insuficiente

Meu carrinho

0 Item(s) R$ 0

Resumo do carrinho

    Subtotal: R$ 0,00
    Finalizar compra
    Galeria
    Lista
    Resultado 53 Produtos em 3 páginas
    Resultado 53 Produtos em 3 páginas

    Lápis grafite: essencial no dia-a-dia!

    Engana-se quem pensa que lápis preto são todos iguais! Existem vários tópicos e características que fazem com que o lápis seja mais adequado para o uso no dia a dia escolar ou para diferentes técnicas de desenho, tanto para artistas iniciantes e amadores quanto para profissionais. Isso tudo só é possível graças à técnica utilizada na fabricação desses materiais: o lápis é feito da mistura de grafite com argila e é a quantidade de cada componente na mistura que vai definir o melhor uso do lápis. 

    Os melhores lápis preto para escola

    Para o dia a dia na escola o lápis precisa ser macio, ter um bom encaixe nas mãos de crianças e adolescentes, além de, sempre que possível, evitar queda e outros tipos de pequenos acidentes. Pensando nisso, os tipos de lápis mais adequados para o uso escolar são os hexagonais ou triangulares, porque costumam parar nas mesas com mais facilidade. Além disso, os lápis de tipo HB tem a melhor combinação entre grafia macia e traços com boa coloração.

    Desenho profissional, descubra quais são os tipos de lápis

    Os lápis para desenhos profissionais são indicados para todos os tipos de artistas, dos iniciantes aos mais avançados. Com eles é possível realizar diferentes técnicas de traços, mas é importante entender exatamente qual material é mais adequado para as suas necessidades. Separamos algumas dicas básicas para você começar a procurar pelo seu equipamento: 

    Você já reparou que nas embalagens de lápis existem algumas letras de identificação? Elas indicam características como dureza ou maciez e também intensidade da cor. Os lápis de tipo H são mais rígidos e possuem coloração acinzentada. Já os de tipo B tem a tonalidade preta mais acentuada, além de apresentarem traço mais macio. Os lápis de tipo F são considerados intermediários, ao mesmo tempo que possuem toque mais firme, tem forte pigmentação. Além disso, existem os lápis de tipo HB, que são os mais comuns e conhecidos por serem muito utilizados também para escrita.

    Rigidez e tonalidade, como identificar?

    As características de rigidez e tonalidade, identificadas por H e B respectivamente, apresentam grande variedade, cada uma indicada para uma técnica diferente. Quanto maior o número que estiver na frente da identificação, maior será a rigidez ou a pigmentação do grafite. Por exemplo, um lápis 9H será a opção mais enrijecida e menos pigmentada, enquanto que um lápis 9B será a opção mais macia e mais pigmentada.